Mini Dicionário de Fonoaudiologia

A

  • ABASIA

    impossibilidade da marcha normal por falta de coordenação.

  • ACALCULIA

    incapacidade para realizar operações aritméticas.

  • ACAMATESIA ACÚSTICA

    surdez verbal.

  • ACATAFASIA

    impossibilidade de expressar os pensamentos de forma conexa, por lesão cerebral.

  • ACATALEPSIA

    falta de compreensão, deficiência mental.

  • ACATAMATESIA

    perturbação ou perda da capacidade de entender a linguagem.

  • ACATÁPOSE

    dificuldade ou incapacidade de deglutir.

  • ACATATESIA ÓPTICA

    cegueira verbal.

  • ACUIDADE

    agudeza. Funcionamento normal dos órgãos dos sentidos.

  • ACÚSTICA

    ramo da física que estuda os sons.

  • ADENOÍDE

    massa de tecido linfóide que se localiza na rinofaringe.

  • AFAGIA

    impossibilidade de deglutir.

  • AFASIA

    perda da palavra escrita, falada ou mímica, por lesão dos centros cerebrais.

  • AFEMESTESIA

    perda da faculdade de percepção das palavras cegueira e surdez verbais.

  • AFEMIA

    afasia motora.

  • AFONIA

    perda ou diminuição da voz por causas locais, ou seja, lesões do órgão da fonação.

  • AFRASIA

    incapacidade de articular as palavras.

  • AFRIGORE

    Mudança de temperatura.

  • AGITOFASIA

    excessiva rapidez da fala, com omissão inconsciente de sílabas ou palavras.

  • AGITOGRAFIA

    excessiva incapacidade da escrita, com omissão inconsciente de sílabas ou palavras.

  • AGITOLALIA

    agitofasia.

  • AGLOSSIA

    ausência congênita da língua. Incapacidade para falar.

  • AGLOSSOSTOMIA

    ausência congênita da língua e do orifício bucal.

  • AGNATIA

    ausência congênita do maxilar inferior.

  • AGNOSIA

    perda da faculdade de transformar sensações simples em percepções propriamente ditas, dando como resultado o não reconhecimento de pessoas e coisas.

  • AGONFÍASE

    ausência dos dentes.

  • AGRAFIA

    perda da faculdade de exprimir o pensamento por meio da escrita.

  • AGRAMATISMO

    perturbação da linguagem escrita ou oral, que caracteriza-se pela omissão de letras ou sílabas.

  • ALALIA

    privação da palavra por afecções dos órgãos vocais ou por lesões nervosas periféricas.

  • ALEXIA

    incapacidade de ler devido a uma lesão central; mesmo que cegueira verbal.

  • ALOGIA

    impossibilidade de falar por lesão nervosa central; idiotia afásica.

  • ALTURA TONAL

    freqüência com que vibram as cordas vocais, na unidade de tempo.

  • ANACROASIA

    impossibilidade de compreender a linguagem falada, por lesão cerebral; mesmo que surdez verbal.

  • ANACUSIA

    surdez total.

  • ANARITMIA

    incapacidade de contar, por lesão nervosa central.

  • ANARTRIA

    distúrbio da linguagem que consiste na impossibilidade de articular os sons.

  • ANAMNESE

    conjunto de informações recolhidas junto ao paciente, relativas à sua história pessoal e à sua enfermidade.

  • ANOXIA

    Falta de oxigênio necessário ao funcionamento normal do organismo.

  • ANQUILOGLOSSIA

    é quando a língua encontra- se presa devido à extensão do freio lingual. Há casos em que a língua pode ter apenas os bordos laterais livres para a movimentação.

  • APRAXIA

    incapacidade de executar os movimentos necessários a um determinado fim, sem que haja perturbação da inteligência ou da motilidade.

  • APROSEXIA

    síndrome caracterizada pela diminuição da memória. Impossibilidade de fixar a atenção.

  • ARTICULAÇÃO

    pronúncia distinta das palavras; relação de contato das superfícies de oclusão dos dentes; união ou ligação de dois ou mais ossos.

  • ASSILABIA

    onde o paciente reconhece as letras isoladamente, sendo incapaz de juntá- las para formar as sílabas.

  • ATAXIA

    incoordenação motora.

  • ATENÇÃO

    concentração do psiquismo para um estímulo determinado.

  • ATETOSE

    compreende movimentos lentos semelhantes ao serpentear da cobra; aparece principalmente nas porções distais dos membros como resultante de combinações sucessivas de flexões, extensões, abduções e aduções.

  • ATRASO DE LINGUAGEM

    atraso na linguagem, que é a forma pela qual a cultura humana é desenvolvida.

  • ÁUDIO

    elemento de composição que denota relação com a audição.

  • AUDIOGRAMA

    gráfico em que se indica a relação entre a freqüência e a intensidade dos sons em cada ouvido.

  • AUDIOLOGIA

    estudo da audição, incluindo o tratamento das perturbações auditivas.

  • AUDIOMETRIA

    determinação do grau de acuidade auditiva.

  • AUDIÔMETRO

    instrumento para determinar o grau de acuidade auditiva.

  • AUTISMO

    condição mental caracterizada por apresentar o indivíduo pensamentos ou comportamentos concentrados em si próprio, com perda do contato com a realidade e o mundo exterior.

B

  • BALISMO

    contrações bruscas violentas e repetidas de grupos musculares axiais ou proximais dos membros. Na maioria dos casos restringe- se á metade do corpo.

  • BOCA

    entrada do tubo digestivo que no homem é uma cavidade que contém a língua e os dentes, limitada pelos maxilares e lábios na frente, bochechas aos lados, garganta ao fundo, palato em cima e base da língua embaixo.

  • BOLO ALIMENTAR

    massa semilíquida resultante de trituração dos alimentos e da ação da saliva.

  • BRADIARTRIA

    emissão anormalmente lenta de palavras, em virtude de lesão central.

  • BRADICINESIA

    movimento lento; lentidão anormal dos movimentos; preguiça nas respostas físicas e mentais.

  • BRADICUSIA

    audição lenta; dificuldade de ouvir.

  • BRADIFEMIA

    lentidão da fala.

  • BRADIGLOSSIA

    lentidão anormal da linguagem.

  • BRADILALIA

    emissão lenta da fala.

  • BRADILEXIA

    lentidão anormal na leitura.

  • BRADILOGIA

    linguagem vagarosa entre uma e outra, palavra ou frase.

  • BRIDA

    (ou freio) película que se situa na porção inferior da língua e na região vestibular dos lábios.

  • BRUXISMO

    ranger os dentes.

C

  • CACOLALIA

    linguagem incorreta, observada em algumas formas de demência.

  • CACOLOGIA

    a linguagem apresenta erros, não havendo observância das regras gramaticais.

  • CALINOPLASTIA

    cirurgia plástica do freio da língua.

  • CATALOGIA

    repetição incessante das mesmas palavras ou frases sem sentido, em voz alta.

  • CECEIOS

    pronunciação das consoantes fricativas alveolares (v,z,ch,f,s, j)

  • CIRCUITOS FUNCIONAIS

    noção da organização do sistema nervoso que optimiza trajetos para as diferentes funções mentais superiores (Luria, 1974).

  • COANAS

    são aberturas posteriores da cavidade nasal.

  • COCLEA

    caracol. Espiral. Cavidade cônica do ouvido interno.

  • COMISSURA LABIAL

    é um dos ângulos da boca. Pode haver referência a comissura labial direita ou esquerda.

  • COMUNICAÇÂO

    Transmissão de conceitos através

D

  • DECIBEL

    décima parte do bel unidade de intensidade sonora, dB.

  • DEFICIÊNCIA

    insuficiência, imperfeição.

  • DEGLUTIÇÃO

    ato de engolir ou deglutir.

  • DEGLUTIÇÃO ATÍPICA

    - forma incorreta pela qual os alimentos são transportados desde a cavidade oral até o estômago.

  • DELTACISMO

    pronuncia incorreta da letra D, fala- se como se fosse T.

  • DIASTEMA

    é o aumento do espaço interdentário.

  • DIPLOFONIA

    produção de sons vocais duplos. Voz bitonal.

  • DISACUSIA

    sensação de incômodo na audição. Audição imperfeita. Baixa na audição.

  • DISARTRIA

    articulação imperfeita da palavra, por lesão central.

  • DISCALCULIA

    dificuldade em fazer cálculos matemáticos.

  • DISFAGIA

    dificuldade para deglutir.

  • DISFEMIA

    alteração no ritmo normal da fala. Caracteriza- se por repetição de sons, palavras e ainda um total bloqueio da expressão vocal. Existem vários graus de gagueira. As disfemias classificam- se em fisiológicas, funcionais e orgânicas.

  • DISFONIA

    alteração da qualidade vocal; o timbre, ritmo, sonoridade, audibilidade e dicção encontram- se alterados. As disfonias classificam-se em funcionais e orgânicas.

  • DISGRAFIA

    distúrbio que apresenta- se por dificuldades no controle de movimentos para a escrita por lesão orgânica ou distúrbio funcional.

  • DISLALIA

    transtorno articulatório, que caracteriza- se por acréscimos, distorções, inversões, omissões e ainda troca de fonemas causados por desordens funcionais dos órgãos periféricos da fala. As dislalias classificamse em dislalia fisiológica, funcional, social ou cultural, audiógena e, ainda dislalia orgânica.

  • DISLEXIA

    síndrome que caracteriza-se por um distúrbio de aprendizagem que atua na escrita e na leitura diretamente.

  • DISLOGIA

    distúrbio do raciocínio. Frases ou orações sem sentido.

  • DISORTOGRAFIA

    transtorno da escrita que caracteriza- se pelo incorreto uso dos grafemas da língua. Pode se manifestar de várias maneiras dentre elas omissão, substituição, acréscimos de letras, sílabas ou palavras; espelhamento, junção de palavras, repetição de palavras, mistura de letra maiúscula com minúscula, confusão entre letras foneticamente semelhantes e outras.

  • DISPRAXIA

    é a desarmonia na conjugação dos movimentos para um determinado fim.

  • DISTONIA DE TORÇÂO

    movimento grosseiro de rotação do segmento cefálico e torção do tronco.

  • DOENÇA DE PARKINSON

    doença degenerativa e progressiva do SNC, caracterizada por tremores involuntários e rigidez muscular com hipertonia, causando assim uma postura peculiar.

E

  • ECOLALIA

    repetição automática das palavras ouvidas.

  • ECOLOGIA

    o paciente apresenta um distúrbio que caracteriza- se pela repetição de palavras ouvidas, como se fosse um eco .

  • EDEMA

    acúmulo anormal de líquido em espaço intersticial extracelular; é o que denominamos vulgarmente de inchaço.

  • ENCEFALOPATIAS CRÔNICAS DA INFÂNCIA

    conjunto de casos variados e heterogêneos em que houve um processo qualquer de lesão do SNC, variando desde a concepção até os três anos de idade.

  • ENFERMIDADE DE WILSON

    degeneração lenticular progressiva.

  • ESCLEROSE

    endurecimento de um órgão pelo aumento do tecido conjuntivo intersticial.

  • ESPASTICIDADE

    aumento do tônus muscular por lesão do sistema piramidal.

  • ESPECTRO DA VOZ

    faixa de freqüência sonora que compreende a voz humana.

  • ESTOMA

    orifício residual decorrente de uma traqueotomia.

  • ESQUEMA CORPORAL

    noções das partes do corpo e suas relações, que vão formando a imagem interna e xterna do indivíduo, em contato com o ambiente.

  • ESQUIZOFASIA

    palavra confusa, desordenada e incompreensível do esquizofrênico.

  • ESTEREOLOGIA

    distúrbio de linguagem em que há repetição da sílaba, palavra ou ainda de frases curtas, sem que o paciente passe para outras palavras ou frases.

  • ESTIMULAÇÕES PASSIVAS

    são aquelas que dependem pouco do desempenho do cliente.

  • EXPRESSÕES VOLITIVAS

    são aquelas que refletem a vontade do emissor.

F

  • FALA

    expressão oral ou articulação de palavras na comunicação.

  • FARINGITE

    inflamação da faringe.

  • FARINGOLARINGITE

    inflamação da faringe e da laringe.

  • FIGURA-FUNDO AUDITIVA

    capacidade de selecionar um estímulo sonoro significativo dentro de uma gama de sons apresentados.

  • FISSURA LABIAL

    fenda labial.

  • FISSURA PALATINA

    fenda na porção superior da cavidade bucal.

  • FÍSTULA

    úlcera em forma de canal estreito e profundo.

  • FONEMAS

    sons articulados.

  • FONÉTICA

    relativo à voz ou ao som articulado.

  • FONIATRIA

    estudo e tratamento dos defeitos da fala.

  • FONO

    elemento de composição que significa som ou voz.

  • FONOAUDIOLOGIA

    é uma área da saúde que atua em aprimoramento, estudo, pesquisa, prevenção e ainda no diagnóstico e, conseqüentemente, na terapia dos distúrbios da comunicação.

  • FONTANELAS

    espaço membranoso que os fetos e as crianças têm no crânio. Também chamado de moleira.

G

  • GAGUEIRA

    disfemia. Disfluência. Disritmia de fala. Bloqueio verbal. Dificuldade especifica na articulação das palavras.

  • GAMACISMO

    transtornos na pronúncia do fonema /g/.

  • GLOSSOPLEGIA

    paralisia da língua.

  • GNOSIA

    faculdade de reconhecer as coisas.

  • GRAMATICA

    estudo sistemático dos fatos de um idioma.

H

  • HEMIANOPSIA

    é a perda de 90º do campo visual. Ocorre devido a lesão cerebral.

  • HEMIFONIA

    fala a meia- voz.

  • HEMIPLEGIA

    paralisia de uma metade do corpo (D ou E}.

  • HIPERACUSIA

    exaltação da acuidade auditiva.

  • HIPERMIMIA

    exageração de sinais na linguagem mímica.

  • HIPERTONIA

    aumento de tonicidade.

  • HIPERTROFIA

    crescimento exagerado de um órgão.

  • HIPOACUSIA

    diminuição da acuidade auditiva.

  • HIPOFRASIA

    impossibilidade de exprimir idéias por palavras.

  • HIPOTONIA

    tonicidade diminuída.

  • HIPÓXIA

    baixo teor de oxigênio no sangue.

  • HOMEOSTASE

    equilíbrio harmônico fisiológico de cada indivíduo.

  • HOTENTOTISMO

    forma de gagueira intensa.

I

  • IMPOSTAÇÂO

    coloção física da voz, de maneira natural e não cansativa em sua produção.

  • INFLEXÂO

    modulação da voz que sugere significações não contidas na idéia estrita da palavra.

  • INTERPOSIÇÃO LINGUAL

    devido ao mau posicionamento da língua, a mesma encontra- se posicionada entre os incisivos superiores e inferiores.

J

  • JANELA OVAL

    abertura que comunica o ouvido médio com ouvido interno; comunica-se com a rampa vestibular.

  • JANELA REDONDA

    é a abertura que comunica o ouvido médio com o ouvido interno. Ela está em comunicação com a rampa timpânica.

  • JOTACISMO

    transtorno na pronúncia do fonema /j/.

  • JARGÃO

    produção verbal sem uma identificação precisa, ou seja, um discurso sem mensagem.

L

  • LÁBIO LEPORINO

    má-formação congênita. Vai desde uma simples depressão do lábio até a fenda alveolar ou fissura palatina; Alguns fonemas apresentamse alterados em suas pronúncias.

  • LALAÇÃO

    é uma forma de balbucio que ocorre na primeira infância.

  • LAMBDACISMO

    transtornos na pronúncia do fonema /l/.

  • LAMPRONOFIA

    voz forte.

  • LARINGECTOMIA

    retirada cirúrgica da laringe.

  • LARINGITE

    inflamação de laringe.

  • LARINGOPATIA

    doença da laringe.

  • LARINGOPLEGIA

    paralisia dos músculos da laringe.

  • LEITURA

    ato de interpretar símbolos gráficos, entendendo- os.

  • LEITURA LABIAL

    compreensão da palavra através dos movimentos dos lábios e expressões faciais.

  • LÍNGUA

    órgão muscular móvel, situado no assoalho da boca. Apresenta importante papel na mastigação, deglutição, sucção e ainda na articulação dos sons.

  • LINGUAGEM

    expressão do pensamento por meio de palavras.

  • LINGUISTICA

    ciência geral das línguas.

  • LOGOFASIA

    impossibilidade de exprimir idéias por palavras.

  • LOGORREÍA

    é a fala caracterizada por grande fluxo de palavras, geralmente com ritmo cronal aumentado, e/ou precipitado.

  • LOQUACIDADE CIRCUNSTANCIAL

    falar demais em circunstâncias variadas.

M

  • MANDÍBULA

    osso que forma o maxilar inferior.

  • MASTIGAÇÃO

    ato de mastigar. Trituração dos alimentos na boca.

  • MAXILA

    osso par, irregular, situado na parte central da face. Articula-se com todos os ossos da face. Anteriormente chamado de maxilar superior.

  • MEMÒRIA AUDITIVA

    habilidade de armazenar e evocar o material auditivo.

  • MENSAGEM

    é a idéia transmitida, seja escrita, falada ou gestual.

  • MIOCLÌNIAS

    contrações musculares de curta duração.

  • MOGILALIA

    dificuldade na articulação da palavra. Dislalia, mogilalismo, gaguez.

  • MOGILALISMO

    gaguez na enunciação dos fonemas /p/ e /b/.

  • MOTRICIDADE

    faculdade de produzir movimentos.

  • MUSSITAÇÃO

    movimento dos lábios, sem que haja nenhuma pronúncia de palavras.

N

  • NEOPÁSTICA

    processo em que há substituição de um tecido por outro, sem que este novo tecido tenha semelhança com o que substitui; particularmente os tumores.

  • NEOLOGISMO

    palavra sem significado usada por paciente psicótico.

  • NISTAGMO

    movimento oscilatório do globo ocular, é um sintoma que caracteriza, no homem, lesão cerebral ou distúrbio vestibular. Pode ser horizontal, vertical e rotatório.

O

  • OCLUSÂO

    correto posicionamento das arcadas dentárias, estando fechada a cavidade oral.

  • OLIGOLOGIA

    linguagem pobre e defeituosa dos dependentes e treináveis.

  • ORGÃO DE CORTI

    situa- se na membrana basilar que está localizada no ouvido interno. O Órgão de Corti é construído de células sensoriais e de sustentação.

  • ORTODONTIA

    ramo da Odontologia relacionado com a correção e profilaxia da má- oclusão e das irregularidades dentárias.

  • OTOSCLEROSE

    distrofia óssea da cápsula labiríntica, com fixação do estribo na janela oval, dificultando a transmissão das ondas sonoras do ouvido interno.

P

  • PALATO

    porção superior da cavidade bucal. Abóbada palatina.

  • PALAVRA

    emissão de sons articulados.

  • PALIFEMIA

    manifestação primária do balbucio, com repetição de uma palavra ou sílaba.

  • PALIGRAFIA

    repetição de grafia de certas palavras.

  • PALILALIA

    repetição constante da mesma palavra ou frase.

  • PALINFRASIA

    repetição patológica, durante a conversação de palavras ou frases.

  • PALINGRAFIA

    repetição patológica, na escrita, de letras, sílabas ou palavras.

  • PAPILOGIA

    repetição involuntária de frases já ditas, não se lembrando o indivíduo que já as tinha pronunciado.

  • PARALISIA

    diminuição ou abolição da motricidade em uma ou várias partes do corpo, devido a lesões das vias nervosas motoras ou a lesões musculares.

  • POLILOGIA

    fala excessiva ocasionada por distúrbio mental.

  • PORNOLOGIA

    forma de linguagem em que são usadas palavras obscenas.

  • PROJEÇÃO LINGUAL

    distúrbio da articulação ligado ao funcionamento da língua, associada aos órgãos articulatórios. Ocorre sempre que os fonemas /t/, /d/ e /n/ são pronunciados.

R

  • RESPIRAÇÃO

    função em que o oxigênio do ar é introduzido nos pulmões e trocado por CO2 .

  • RINOFONIA

    voz nasalada.

  • ROTACISMO

    pronúncia incorreta dos sons em R.

S

  • SIGMATISMO

    dificuldade em pronunciar os fonemas /s/ e /z/. Existem alguns tipos de sigmatismo, dentre eles: - Estridenteproduz- se pela dispersão que se processa sobre os incisivos superiores que encontram- se mal posicionados; - Lábio dentalcaracteriza- se pelo S soprado entre os incisivos superiores e o lábio inferior; - Lateralonde a língua apóia- se isoladamente de um lado e do outro lado apresenta-se levantada, tomando contato com outros dentes.

  • SINCINESIA

    movimento não intencional que acompanha movimento voluntário.

  • SURDEZ

    privação parcial ou total da audição.

  • SURDO-MUDEZ

    - condição do indivíduo que é ao mesmo tempo surdo e mudo.

T

  • TAUTOFONIA

    Repetição dos mesmos sons.

  • TAQUILALIA

    ritmo acelerado da fala.

  • TÊRMO

    elemento significante da palavra.

  • TÉCNICA VOCAL

    conjunto de técnicas que propiciam o aprendizado do correto uso da voz.

  • TIMBRE

    qualidade de um som. Efeito acústico proveniente da ressonância.

  • TRAQUIFONIA

    voz áspera.

  • TRAQUIPNÉIA

    respiração acelerada.

  • TRAUMA ACÚSTICO

    lesão reversível ou não da orelha interna em geral, produzida por ruídos repetidos, subliminares ou súbitos, supraliminares.

U

  • ÚVULA

    prolongamento vertical da parte mediana do bordo posterior do véu do paladar.

V

  • VERBAL

    referente á linguagem.

  • VERBALISMO

    vício que consiste em falar palavras de pouco significado ou vazias de atenção.

  • VERBOMANIA

    hábito mórbido de falar demasiado.

  • VIBRAÇÂO

    movimento de vaivém das moléculas de um corpo sonoro, num meio elástico.

  • VOCAL

    referente á voz.

  • VOGAL

    fonema em que a corrente de ar pela boca livremente, sem obstáculos e sem interrupção. Elemento básico da sílaba.

  • VOZ

    som articulado produzido por vibração das cordas vocais com o ar expirado.

  • VOZ ANFÓRICA

    cavernosa.

  • VOZ ANSERINA

    voz humana semelhante à de pato.

  • VOZ ESOFÁGICA

    produção sonora resultante da vibração da parte superior do esôfago, em forma de pseudoglote, que vibra em virtude do arrôto.

  • VOZ GANGOSA

    voz fanhosa, nasalizada.

X

  • XENOGLOSSIA

    fenômeno parapsicológico, quase sempre inconsciente, caracterizado pela expressão de idioma estrangeiro não aprendido.

Z

  • ZUMBIDO

    ruído, Barulho nos ouvidos. Zoeira, Zoada, Rumor, Acúfeno.

novidades por email

Receba nossas novidades por email

entre em contato

Rua Barão do Rio Branco, nº 882, salas 406 - 409 Centro - Feira de Santana - BA
Fone: (75) 3614-1780

redes sociais

Twitter Facebook Flickr Linked in Instagram
Lince Web - Soluções Inteligentes
Copyright 2006 - 2018. Clínica Fonoclin.
Webmail